UFSC » Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica

PALESTRA – UMA REVISÃO CRÍTICA DA HISTÓRIA DO BRASIL: UM LUGAR PARA O PROTAGONISMO INDÍGENA
Publicado em 30/11/2016 às 16:12

Cartaz João Pacheco de Oliveira pronto

I SEMINÁRIO COMPONENTE INDÍGENA DE LICENCIAMENTO E BELO MONTE
Publicado em 29/11/2016 às 10:35

seminário

COLÓQUIO, ANTROPOLOGIA, POLÍTICA E DIREITOS DIFERENCIADOS
Publicado em 28/11/2016 às 17:00

0001

CURSO LICENCIATURA INDÍGENA – ETAPA DE 28/11 A 03/12/16
Publicado em 23/11/2016 às 22:48

Prezadas alunas, prezados alunos Guarani, Kaingang e Laklãnõ-Xokleng do Curso Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, turma 2016!
Vocês estão sendo aguardadas/os pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA para a segunda etapa do TEMPO UNIVERSIDADE, a iniciar dia 28 de novembro de 2016, segunda-feira!
Seguem algumas informações:
As aulas ocorrerão na semana: de 28 de novembro a 03 de dezembro.
Chegada:
Dia 27 de novembro, domingo, no Recanto Champagnat.  Endereço: Estrada Sertão do Assopro –  Lagoa da Conceição, Florianópolis – Telefone: (48) 3232-0927
http://www.recantosmaristas.com.br/champagnat/o-champagnat/
ATENÇÃO: Trata-se de novo local de hospedagem. É necessário respeitar as regras da casa.
Às alunas e aos alunos que chegarem a Florianópolis apenas no dia 28 de novembro dirigirem-se ao auditório do Museu, onde as aulas de segunda e terça-feira acontecerão.
Retorno:
Após a última aula de sábado, às 17 horas. É importante respeitar esse horário, já que será somente uma semana de aula.
Documentos e materiais a comporem a bagagem da/o estudante:
 Materiais para as aulas: caderno, caneta, lápis, régua, pasta e demais itens convenientes.
  • Itens para o bem estar: roupas (a temperatura nessa época na Ilha de Santa Catarina varia de 16 a 25 graus em média e chuvoso) e material de higiene pessoal.
  • Alimentação para o trajeto das aldeias até a UFSC, especialmente no caso das aldeias mais distantes.
  • Recursos para despesas pessoais não previstas pelo curso (remédios, deslocamentos de táxi, alimentação fora do R.U., etc…)
Deslocamento:
Nesta segunda etapa, a UFSC está providenciando o transporte das respectivas aldeias até a Universidade e retorno. Haverá três ônibus para o transporte das/os alunas/os, conforme itinerário abaixo. Há igualmente as/os estudantes que virão de ônibus de linha estadual e de veículo próprio.
Os alunos residentes no Rio Grande do Sul devem se informar junto à sua regional da FUNAI (instituição parceira do curso), para organização dos pontos de passagem do ônibus contratado pelo curso.
Abaixo, os itinerários dos ônibus:
Guarani (Empresa Edtur)
Dia: 27/11
Destino: Recanto Champagnat, alto do morro Lagoa da Conceição.
 Itinerário:
- Aldeia Amaral (saída às 12h)
- Aldeia Biguaçu
- Aldeia Marangatu (Imaruí)
- Aldeia Maciambu
- Aldeia Morro dos Cavalos
Retorno dia 03/12, saída da UFSC, às 17h.
Xokleng (Empresa Edtur)
Dia 27/11
12h20 Aldeia Takuaty, município de Doutor Pedrinho;
13h Escola Vanhecu Patté – Aldeia Bugio, município de José Boiteux;
14:00h Escola Laklanõ – Aldeia Palmeirinha, município de José Boiteux.
Retorno para as aldeias dia 03/12, às 17h, saída da UFSC.
Kaingang (Empresa Roquetur)
Dia: 27/11
Destino: Recanto Champagnat, alto do morro Lagoa da Conceição.
Itinerário:
06h – município Miraguaí, em frente à rodoviária;
06h20 – comunidade de Irapuá, em frente ao mercado Buava;
07h20 – município de Santo Augusto, escritório da Funai, centro;
09h – município de Palmeira das Missões, em frente à Polícia Rodoviária Federal;
09h40 – município de Ronda Alta (comunidade Alto Recreio), na parada de ônibus;
11h30 – município de Nonoai, escritório da Funai;
13h30 – município de Xanxerê, na rodoviária;
Retorno dia 03/12 às 17h, saída da UFSC;
Excelente viagem a cada qual. Até breve.
A Coordenação.

VAGAS SUPLEMENTARES PARA INDÍGENAS E QUILOMBOLAS – UFSC 2017
Publicado em 07/11/2016 às 20:24

QUANDO SERÁ A INSCRIÇÃO PARA AS VAGAS SUPLEMENTARES PARA INDÍGENAS PARA INGRESSO EM CURSO DE GRADUÇÃO UFSC/2017?
No período de 20 de outubro a 17 de novembro de 2016, a todos os que concluíram ou estão em vias de concluir o Ensino Médio (curso de 2o Grau ou equivalente).

VALOR DA INSCRIÇÃO?
A inscrição neste Processo Seletivo será gratuita e realizada somente via internet.

SITE DA INSCRIÇÃO: Site www.suplementares2017.ufsc.br
Período de inscrição: de 20 de outubro a 17 de novembro de 2016, preencher integralmente o Requerimento de Inscrição e enviá-lo (via internet).
ATENÇÃO: Imprimir e guardar consigo o Comprovante do Requerimento de Inscrição.

QUAIS DOCUMENTOS SÃO NECESSÁRIOS PARA A INSCRIÇÃO?
Enviar para a COPERVE/UFSC, até o dia 10 de janeiro de 2017 os seguintes documentos:
 Diploma ou certificado de Conclusão do Ensino Médio com indicação do ato legal que reconheceu ou autorizou o funcionamento do curso, que comprove sua regularidade nos órgãos fiscalizadores de cada Estado (Conselhos Estaduais de Educação, Secretarias de Educação dos Estados da Federação, Gerência Regional de Educação), seja por Lei, Decreto, Portaria ou Resolução.
 Histórico Escolar do Ensino Médio com indicação do ato legal que reconheceu ou autorizou o funcionamento do curso, que comprove sua regularidade nos órgãos fiscalizadores de cada Estado (Conselhos Estaduais de Educação, Secretarias de Educação dos Estados da Federação, Gerência Regional de Educação), seja por Lei, Decreto, Portaria ou Resolução.

COMO ENVIO OS DOCUMENTOS?
 2.3.1. Via sistema de inscrição, anexando cópia digitalizada dos referidos documentos ao requerimento de inscrição, durante o período de inscrições.

 2.3.2. Via correios, por SEDEX ou carta registrada com Aviso de Recebimento (AR) (postados até o dia 10 de janeiro de 2017), para COPERVE/UFSC, Campus Universitário, Bairro Trindade, CEP 88040-900, Florianópolis, Santa Catarina.

 2.3.3. Pessoalmente, na secretaria da COPERVE/UFSC, localizada no terceiro andar do Prédio da FAPEU Campus Universitário, Bairro Trindade, até o dia 10 de janeiro de 2017, no horário de funcionamento da COPERVE/UFSC especificado no site deste Processo Seletivo.

Todo candidato inscrito terá acesso à Confirmação de Inscrição Preliminar, contendo os dados informados, a partir do dia 25 de novembro de 2016, no site www.suplementares2017.ufsc.br, link “Confirmação de Inscrição Preliminar”.

IMPORTANTE: 3.2.2. Os candidatos que optarem por concorrer às vagas suplementares para indígenas deverão preencher no formulário de inscrição informações quanto:
 I – a qual povo indígena pertence;
 II – aos seus vínculos com o povo indígena a que pertence; III – à sua situação em relação às línguas do povo indígena a que pertence.

NOTA DO HISTÓRICO ESCOLAR QUE SERÁ CONSIDERADO:
 3.5.1. Para fins de classificação será considerada a média aritmética das notas do Histórico Escolar do Ensino Médio (2º Grau) do candidato, na base decimal, com duas casas decimais, com arredondamento na segunda casa decimal.

 3.5.1.1. Caso o candidato não apresente o histórico escolar do último ano/período do Ensino Médio, serão considerados, para cálculo da média, as notas dos anos/períodos anteriores do Ensino Médio. 3.5.1.2. Caso o candidato tenha obtido o certificado de ensino médio com base nas notas do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) ou através da Educação de Jovens Adultos, a média será calculada com base nas notas obtidas em cada disciplina e convertida para a base decimal.
SOBRE O RESULTADO DOS CANDIDATOS CLASSIFICADOS:
 “4.1. A relação dos candidatos classificados será divulgada até o dia 30 de janeiro de 2017 no site deste processo seletivo.”
 “5.3. A relação oficial dos classificados, por curso, contendo nome e número de inscrição, bem como o Boletim de Desempenho Individual dos candidatos serão divulgados no site www.suplementares2017.ufsc.br.

Início [26/09/16] – Edital 08/COPERVE/2016 – Edital Completo do Processo Seletivo para as vagas suplementares para indígenas e quilombolas…
suplementares2017.paginas.ufsc.br|Por SeTIC-UFSC

CALENDÁRIO DA ETAPA NOV/DEZ DO CURSO LICENCIATURA INDÍGENA
Publicado em 01/11/2016 às 10:35

Terra Indígena Tekoa Marangatu - Escola

Língua Indígena  -7 e 8/11

Língua Portuguesa – 09, 10 e 11/11

Terra Indígena Laklãnõ – Escola João Bonelli

4, 5 e 6/11 - Língua Portuguesa

12 e 13/11 - Língua Indígena

Terra Indígena Inhacorá - Escola Marechal Cândido Rondon

Língua Indígena – 14 e 15/11

Língua Portuguesa – 16, 17 e 18/11

A etapa presencial na UFSC acontecerá de 28/11 a 03/12

MANIFESTAÇÃO DOS INDÍGENAS LAKLÃNÕ-XOKLENG
Publicado em 26/10/2016 às 16:28

Apoio aos acadêmicos Laklãnõ-Xokleng em manifestação hoje, 26/10/16, em José Boiteux, contra as invasões de seus territórios e a cobertura tendenciosa da imprensa.

14720352_10154309964887284_6310144236534169544_n     14705652_10154309966497284_1070253299196583671_n    14600891_10154309966487284_4104442114413964177_n   14568260_10154309964892284_1746202580216307679_n     14681595_1269776413067196_8873138153701980323_n    14610938_1269776549733849_7381309010177113075_n    14708285_1269774666400704_8377141301601923114_n    14713613_1269776669733837_4334534844385608377_n     14705688_1269776119733892_5651186256181358913_n    14725550_1269774796400691_955526338211079605_n

Seminário Mapa Yvyrupa: Cartografia Digital do Território Guarani
Publicado em 20/10/2016 às 17:41

CARTA PÚBLICA: OS POVOS GUARANI, KAINGANG E XOKLENG-LAKLÃNÕ E OS DIREITOS INDÍGENAS 

 

Nós, xeramoi, lideranças, jovens, professores, pesquisadores e alunos Guarani do Curso Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica da UFSC, professores, pesquisadores e alunos Kaingang e Xokleng-Laklãnõ do mesmo curso, não indígenas de várias instituições e organizações, reunidos em Florianópolis (SC), nos dias 14 e 15 de outubro de 2016, durante o Seminário Mapa Yvyrupa: Cartografia Digital do Território Guarani, promovido pela UFSC, CTI SP, IPHAN, Comissão Guarani Yvyrupa e Comissão Nhemonguetá, nos manifestamos a respeito das graves ameaças que atualmente pairam sobre o povo Guarani e que podem representar um ataque definitivo aos direitos dos povos indígenas de todo o Brasil, garantidos pela Constituição Federal de 1988.

Estamos nos posicionando, mais uma vez, pelos direitos territoriais dos povos indígenas, a favor da agilização e efetivação dos processos demarcatórios de terras indígenas.

Somos contrários ao estabelecimento do “marco temporal” como baliza para as demarcações, pois impõe, em termos práticos, a revogação total dos direitos territoriais indígenas conquistados a partir da nossa Constituição. Representa a negação completa do direito originário – anterior à própria constituição do Estado brasileiro – dos povos indígenas a suas terras tradicionalmente ocupadas. Acentuamos que o marco temporal não tem fundamento histórico, sociológico ou antropológico aceitável e que constitui, na verdade, parte de uma estratégia de grupos ligados ao setor ruralista para barrar o processo de reparação às comunidades indígenas prejudicadas. Conclamamos a todos os integrantes do Poder Judiciário, comprometidos com a defesa do Estado Democrático de Direito, que tomem medidas para barrar o avanço na adoção do “marco temporal”.

Acentuamos que estamos nos referindo apenas a um dentre vários elementos de uma ofensiva muito mais ampla contra os povos indígenas do Brasil, neste momento em que o país vive uma transição política tão delicada. Pensamos que os três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – devem se articular em defesa dos direitos indígenas. Enquanto o Judiciário revê os processos demarcatórios a partir do princípio do marco temporal, o Legislativo persegue profissionais e instituições indigenistas por meio de Comissões Parlamentares de Inquérito, como a da Funai Incra, e discute medidas como a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 215, que representa também uma ameaça ao direito indígena ao território. O Executivo, por sua vez, atua no sentido de permitir a criminalização de lideranças do movimento indígena e promove o sucateamento da Funai, asfixiando-a com cortes sucessivos em seu orçamento e quadro técnico e, por conseguinte, inviabilizando o cumprimento de suas obrigações constitucionais.

Diante do exposto, conclamamos a todos os brasileiros e brasileiras para que nos empenhemos junto aos povos Guarani, Kaingang e Xokleng-Laklãnõ e todos os demais povos indígenas na defesa de seus direitos, para a construção de uma sociedade justa, democrática, multicultural e pluriétnica.

Florianópolis, 15 de outubro de 2016.

Seminário Mapa Yvyrupa: Cartografia Digital do Território Guarani
Publicado em 10/10/2016 às 14:46

Convite Seminário

Abertas inscrições para Ação Saberes Indígenas na Escola
Publicado em 07/10/2016 às 17:02

Estão abertas até 14 de outubro as inscrições para participação dos professores das escolas Guarani, Kaingang e Xokleng-Laklãnõ como cursistas e orientadores de estudo na Ação Saberes Indígenas na Escola (ASIE) 2016-2017, programa de formação continuada do Ministério da Educação (MEC), oferecido como curso de extensão pelo Museu de Arqueologia e Etnologia (MArquE), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina.

Continue a leitura »

  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 30 de novembro 2016 - 16:15:28