Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica
  • NOTA DE PESAR II

    Publicado em 21/05/2019 às 08:43

    É com imensa tristeza que nós, coordenação, professores, alunos de estágio docência, alunos indígenas e egressos do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica manifestamos nossos sentimentos de pesar, tristeza e perda a Keli, Carli, Vilma, Anderson, Copacãm e a todos familiares de Antônio Caxias Popo e todo povo Laklãnõ/Xokleng.

    Foi em vida um guerreiro que enfrentou governo e governantes por longas décadas em busca de melhorias para a Terra Indígena Laklãnõ e seu povo, enfrentando também, vários desafios, batalhas e disputas que tiveram grandes resultados e consequências, porém as enfrentou mostrando que um verdadeiro guerreiro não foge da luta. Antônio Caxias nos inspirou com sua trajetória e certamente ficaremos com as melhores de suas narrativas, com as lembranças de seu bom caráter e honestidade. Lembraremos também de quando liderou seu povo com coragem, sabedoria e maestria. Continuará sendo inspiração aos jovens indígenas, lideranças de seu povo e para todos da Terra Indígena Laklãnõ.

    Seu papel aqui no mundo não indígena e indígena se cumpriu, seremos gratos por tudo e todas as conquistas que nos trouxe e ensinamentos que nos deixou. Seguiremos neste mundo no qual a batalha continuará, pois resistiremos juntos e fortes e o teremos como inspiração, exemplo de força e persistência, e sempre lembraremos dele em nossos momentos difíceis.
    Descanse em paz.


  • NOTA DE PESAR I

    Publicado em 21/05/2019 às 08:39

    Nós, coordenação, professores, alunos e ex-alunos do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica manifestamos, comovidos, nossos sentimentos em memória da matriarca e anciã guarani Dona Rosa Poty Djá em sua caminhada ao longo de seus 104 anos.

    Dona Rosa Poty Djá foi uma das fundadoras da Terra Indígena Mbiguaçu e deixa seu nome na escola indígena WERA TUPÃ-POTY DJA. Fonte de profunda sabedoria, história e conhecimento da tradição Mbya Guarani, suas palavras sempre se voltaram para as crianças e os jovens, acentuando seu profundo valor na cultura guarani. Era chamada de mãe e vó de todos. E também de biblioteca e livro didático. Um exemplo de força, resistência e serenidade que será sempre seguido e lembrado com imensa admiração e gratidão.

    Lembrar de Dona Rosa Poty Djá nos faz lembrar da Mãe Terra e do respeito que devemos a ela. Nos faz lembrar também da Terra Mãe, dos atributos de mundo que ela transbordava em sua vida e das potências da terra reunidos nela, sua profundidade no tempo e no espaço em seu radical enraizamento.

    Aguyjevete.

     


  • COMUNICAMOS QUE O I SEMINÁRIO QUALIFICAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E AÇÃO E CONCLUSÃO DE CURSO ACONTECERÁ SOMENTE NO DIA 21/05/19.

    Publicado em 20/05/2019 às 14:54

  • I SEMINÁRIO QUALIFICAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E AÇÃO E CONCLUSÃO DE CURSO

    Publicado em 13/05/2019 às 14:10


  • RODA DE CONVERSA

    Publicado em 10/05/2019 às 09:55


  • NOTA DE PESAR

    Publicado em 26/03/2019 às 12:13

    O curso Licenciatura Intercultural Indígena da UFSC vem a público apresentar suas condolências à Professora Antonella Tassinari, sua ex-coordenadora (2015-2017), pelo falecimento de seu pai Arnaldo Tassinari, ocorrido no último dia 13 de março, em São Paulo, onde vivia.

    Lastimamos sua perda, Profa. Antonella, lamentamos a partida de seu pai. Sabemos que a dor da separação é intensa, além de permanente, dando lugar ao acento de boas lembranças e também a saudades.

    É um transcurso quase natural o da perda do progenitor, a quem se dedica carinho, amor, afeto, respeito, valorização, reconhecimento por sua trajetória de vida, sua marca neste mundo. No entanto, a dor presentifica-se e intensifica-se, comprovando a profundidade do elo de consanguinidade e também de afinidade.

    Teu pai, Profa. Antonella, recebeu uma das maiores bênçãos imagináveis: uma filha dedicada, atenciosa, amorosa, presente. Partiu cônscio dessa realidade.

    Sinta-se calorosamente abraçada por todas as pessoas que compõem este grande grupo da Licenciatura Indígena da UFSC e tenha certeza de nossa solidariedade, nossos sentimentos, nossa parceria, nosso pesar.

    Curso Licenciatura Intercultural Indígena/UFSC

    Março de 2019.

     


  • NOTA DE PESAR

    Publicado em 19/03/2019 às 16:17

    A Osmar Maurício e Valmir Cipriano, nossos acadêmicos Kaingang das terras indígenas Guarita e Inhacorá.

     

    Nesta etapa ambos perderam seus pais, seus progenitores, tratados e cuidados com tanto zelo e carinho por vocês, o que se tornou totalmente perceptível durante as etapas tempo universidade do nosso curso.

    Vocês procuraram dar conta dos seus pais e famílias, bem como das disciplinas e tarefas do curso. Ainda assim, bem sabemos, as vidas são finitas. Neste mês de março partiram Armando Salles e Vitor Cipriano. Partiram envoltos em profundos sentimentos e permanentes acompanhamentos de vocês e das famílias. Partiram acalentados pela vigorosa solidariedade e reciprocidade intergeracional. Partiram senhores de suas histórias de vida, suas experiências, seus caminhos, compreensões e dedicações. Partiram grandes, empoderados.

    Nós, da equipe da Licenciatura Intercultural Indígena da UFSC, temos a agradecer por vocês, Osmar Maurício e Valmir Cipriano, fazerem parte desta turma, por alargarem os ensinamentos sobre a boa composição entre ascendência e descendência, por exemplificarem a responsabilidade, o compromisso, o sentimento de pertencimento, o constante revigorar das relações familiares e sociais kaingang.

    A vocês, no âmago de todo pesar e da tristeza sentida, desejamos FORÇA e SERENIDADE. Ofertamos nosso aconchego e conforto. Nossa solidariedade.

     

    UFSC, 19 de março de 2019.

     


  • EDITAL ELEIÇÃO PARA SUBCOORDENADOR DA LICENCIATURA INDÍGENA

    Publicado em 12/03/2019 às 11:54

    Edital 03_Subcoord do Curso Licenciatura Indígena


  • ETAPA DE MARÇO/19 – LICENCIATURA INDÍGENA

    Publicado em 06/03/2019 às 15:17

    Prezadas alunas, prezados alunos Guarani, Kaingang e Laklãnõ-Xokleng do Curso Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, turma 2016. 

    Vocês estão sendo aguardadas/os pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA para a primeira etapa do TEMPO UNIVERSIDADE, do semestre 2019-1. Seguem abaixo algumas informações importantes: 

    Período: as aulas terão início no dia 11/03, às 8 horas e término no dia 23/03 às 17 horas.

    As viagens e saídas serão conforme itinerários abaixo. As/os alunas/os que chegarem a Florianópolis apenas no dia 11 de março devem se dirigir ao auditório do BL E (térreo do prédio novo – do CFH), onde será o acolhimento.

    Alojamento:

    – Antigo prédio do Grêmio da Prefeitura Universitária da UFSC, espaço para 30 pessoas em sala única com beliches, disponibilidade de banheiros e chuveiros;

    – Antigo prédio do Departamento de Segurança (DESEG), junto à Prefeitura Universitária da UFSC: espaço para 10 pessoas em quartos separados, com dois sanitários com chuveiros. Atenção: esse espaço é prioridade de mães/pais com crianças.

    Documentos e materiais a comporem a bagagem da/o estudante:

    • Materiais para as aulas: caderno, caneta, lápis, régua, pasta e demais itens convenientes.
    • Trabalhos solicitados pelos professores
    • Materiais para hospedagem: roupas de cama, banho, cobertas, travesseiro
    • Itens para o bem estar: roupas (a temperatura nessa época na Ilha de Santa Catarina varia de 30 a 22 graus, em média), material de higiene pessoal, remédios de uso contínuo (a Licenciatura Indígena não pode comprar ou oferecer medicamentos aos/às estudantes e crianças).

    Alimentação:

    Será oferecido café-da-manhã no alojamento e almoço e jantar no Restaurante Universitário.

    Qualquer gasto extra é responsabilidade dos/as acadêmicos/as.

    Crianças:

    Como é de conhecimento, a UFSC aceita a vinda de crianças com até 5 anos, filhos/as dos/as acadêmicos/as da LII. Mas, será necessário que os pais/mães assinem um termo assumindo a inteira responsabilidade sobre a guarda das crianças.

    O projeto de extensão “Esse lugar também é seu”, coordenado pela educadora Dalânea Cristina Flôr, terá continuidade nesta etapa.

    Deslocamento:

    Nesta etapa, a UFSC está providenciando o transporte das respectivas aldeias até a Universidade e retorno, observando as últimas alterações das regras para transporte. Haverá ônibus para o transporte das/os alunas/os Xokleng e Kaingang e compra de passagens rodoviárias para aqueles que as solicitaram no prazo estipulado.

    ATENÇÃO: o trajeto da residência até o ponto de passagem dos ônibus é responsabilidade do/a acadêmico/a.

    Itinerário do ônibus para turma Laklãnõ-Xokleng:

    (Empresa Edtur)

    Dia: 10/03/2019 (domingo)

    Horário de saída do primeiro ponto: 13h.

    Itinerário:
    ATENÇÃO: Entrada pela cidade José Boiteux

    Ponto 1: escola João Bonelli (Laklãnõ)

    Ponto 2: antiga escola da aldeia Palmeira

    O ônibus não passará na aldeia Bugiu. Conforme combinado, o prestador do serviço disponibilizará um carro menor para buscar os alunos moradores no Bugiu e deslocá-los até José Boiteux, onde encontrarão o ônibus.

    Itinerário do ônibus para turma Kaingang:

    (Empresa Roquetur)

    Dia: 09/03/2019 (sábado)

    Itinerário:
    18:00h – município Miraguai, em frente à rodoviária;

    18:20h – comunidade de Irapuá, em frente ao mercado Buava;

    19:20h – município de Santo Augusto, escritório da Funai, centro;

    21:00h – município de Palmeira das Missões, em frente à Polícia Rodoviária Federal;

    21:20h – Sarandi, na rodoviária

    21:40h – município de Ronda Alta (comunidade Alto Recreio), na parada de ônibus;

    23:30h município de Nonoai, escritório da Funai;

    01:30h – município de Xanxerê, na rodoviária.

    Os alunos que solicitaram a compra de passagens dentro do prazo estipulado já receberam seus comprovantes de compra no e-mail. A retirada da passagem deverá ser feita nos guichês das respectivas empresas de transporte rodoviário na rodoviária de suas cidades, conforme orientações também encaminhadas por e-mail.

    Lembramos que o trajeto da rodoviária até a UFSC é responsabilidade do/a acadêmico/a.

    Em caso de dúvidas sobre as passagens entrem em contato com Ariana no email: ou por telefone/zap: (48) 99949-0415.

    Excelente viagem a cada qual. Até breve.

    A Coordenação.


  • AULA INAUGURAL DA LICENCIATURA INDÍGENA COM TONICO BENITES

    Publicado em 21/02/2019 às 09:44