TRIBUTO A ANTONIO MIG CLAUDINO

21/03/2017 12:57
O curso Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, da UFSC, presta tributo ao Cacique da Terra Indígena Serrinha (Ronda Alta/RS), Antonio Mig Claudino, expressando sua profunda indignação, revolta e inconformidade quanto ao seu assassinato, ocorrido na noite de ontem (20 de março de 2017).
Antonio Mig Claudino participou de atividades acadêmico-científico-culturais e reuniões de lideranças Kaingang, Guarani e Xokleng-Laklãnõ na UFSC durante a formação da primeira turma (2011-2015). Recebeu docentes do curso para realização de banca de Trabalho de Conclusão de Curso na Terra Indígena Serrinha em 2014. Homenageou a sua filha Adriana Claudino quando da formatura, em abril de 2015.
Seu nome Kaingang – MIG – traduzido como Tigre (Onça) revela sua força e determinação. A mesma que todos devemos ter a cada dia diante do difícil contexto relacionado aos povos indígenas no Brasil.
A Licenciatura Intercultural Indígena presta suas condolências a toda a família, reforçando-as a duas corajosas mulheres: Adriana, sua filha, e Joziléia, sua sobrinha, Coordenadora Pedagógica deste curso.
UFSC, 21 de março de 2017.